Lucas Coppi     |       15 jan 2018

5 fatos curiosos sobre as finais de conferência da NFL

O final de semana deixou em êxtase os fãs da National Football League pelo mundo. O Divisional Round da Liga Americana teve três dos quatro jogos sendo decididos no fim e, no último deles, os Vikings protagonizaram o que já está sendo chamado de “Milagre de Minnesota”. Agora, só quatro franquias seguem sonhando com o Super Bowl LII. E todas as quatro têm motivos para aguardar com ansiedade as finais de conferência da NFL, no próximo domingo.

Nas próximas linhas, confira cinco fatos curiosos sobre as finais de conferência da NFL, que serão disputadas por Patrios e Jaguars, na AFC, e Eagles e Vikings, na NFC.

1 – A supremacia de experiência de Tom Brady

O quarterback de New England dispensa comentários. Brady tem cinco anéis de Super Bowl e, caso avance à decisão e conquiste o título, será o único com seis conquistas. Ao todo, Brady tem 35 aparições em partidas de playoffs. Por outro lado, juntos, os outros três QBs envolvidos nas finais de conferência da NFL na atual temporada tem, somados, cinco partidas em playoffs. Nick Foles, dos Eagles, tem uma derrota na temporada 2013 e uma vitória, no último sábado, contra os Falcons. Já Blake Bortles, dos Jaguars, e Case Keenum, dos Vikings, debutaram na pós-temporada em 2018. Obviamente, os dois estão invictos até agora.

2 – O fim de uma maldição?

Com a classificação heroica dos Vikings para as finais de conferência da NFL, segue viva a possibilidade de uma equipe, finalmente, disputar e vencer o Super Bowl jogando em casa. O SB LII será disputado em Minnesota, no dia 4 de fevereiro. Até hoje, quem chegou mais perto desta façanha foram dois times da Califórnia. Em 1980, o Los Angeles Rams perdeu o SB para os Steelers em Pasadena, região próxima a LA. Já em 84, o San Francisco 49ers venceu os Dolphins no Stanford Stadium, que fica há poucos quilômetros da antiga casa da franquia da Califórnia, o Candlestick Park.

3 – Todo dia um 7x1 diferente

Neste século, os Patriots construíram uma dinastia com a dupla Tom Brady e Bill Belichick (Head Coach). Tanto é que, desde 2001, os Patriots conquistaram o título da AFC, a Conferência Americana, em sete oportunidades. No Super Bowl, foram cinco vitórias e duas derrotas. Por outro lado, só em uma oportunidade uma das outras três equipes presentes nas finais de 2018 conquistaram um título de conferência no século XXI. Na temporada 2004, os Eagles conquistaram a NFC e avançaram para o Super Bowl, para então perderem, no dia 6 de Fevereiro de 2005. O algoz? Sim, os Patriots.

4 – Duas vezes Bi

Até hoje, só uma franquia venceu o Super Bowl duas vezes consecutivas em mais de uma oportunidade. Os Steelers chegaram ao topo da NFL nas temporadas 1974 e 1975, e logo depois, novamente, em 1978 e 1979. Os Patriots podem igualar a franquia de Pittsburgh este ano. Se vencer a final da conferência americana e chegar ao Super Bowl, New England pode conquistar mais um back-to-back. A primeira vez foi nas temporadas 2003 e 2004, já neste século.

5 – Para espantar o pesadelo

Esta será a terceira vez do Jacksonville Jaguars nas finais de conferência da NFL. Nas duas anteriores, os Jaguars foram derrotados. Na temporada 1996, derrota para New England, fora de casa. Três anos depois, derrota para os Titans, dessa vez em casa. Já Vikings e Eagles, juntos, têm um retrospecto de 0-6 no Super Bowl. As duas equipes já conquistaram títulos de conferência em seis oportunidades – duas do Eagles, quatro do Vikings – mas nunca venceram um SB. Uma das duas terá mais uma chance no dia 4 de fevereiro.

Foto: NY Daily News