Atlético tenta cimentar segundo posto
  Afonso Canavilhas     |       17 fev 2018

Atlético tenta cimentar segundo posto

Motivados pelas vitórias conquistadas em suas partidas de ida nos 16 avos da Liga Europa 2017/18, Atlético de Madrid e Athletic Bilbao voltam à ação para o campeonato espanhol na tarde desse domingo. Os “Colchoneros” venceram em Copenhaga por quatro a um e deram um grande passo rumo à final, enquanto o time basco foi à casa do campeão Spartak Moscow vencer por três a um. Os dois times estão em posições muito confortáveis em suas eliminatórias e em condições de priorizar do desafio desse domingo em detrimento do encontro da volta, agendado para a próxima quinta-feira. Ambos tiveram pouco tempo para se preparar para a disputa que vai acontecer no Wanda Metropolitano, isso se levarmos em conta o curto intervalo de tempo entre as partidas.

O Atlético de Madrid segue no segundo posto da tabela com 52 pontos e surge como principal e único perseguidor do Barcelona, líder que nessa rodada joga em casa contra o Eibar. O Atleti vem de uma série de quatro vitórias consecutivas, três delas para o campeonato espanhol frente a Las Palmas (3-0), Valencia (1-0) e Málaga (0-1), se destacando o fato de não ter sofrido nenhum gol. O time “rojiblanco” tem a zaga menos vazada da La Liga com apenas nove gols encaixados em 23 partidas para o campeonato. Desses noves gols, apenas quatro foram encaixados no Wanda Metropolitano, palco em que o Atlético ainda não perdeu na atual temporada: em 11 jogos, venceu sete e só perdeu pontos em um dos últimos cinco que disputou.

No duelo com o Copenhague, Diego Simeone promoveu algumas alterações na equipe e se espera o retorno de alguns habituais titulares para esse confronto com o Athletic. A diferença também se poderá fazer por aí: o Atleti tem à sua disposição um maior número de soluções e deverá estar fisicamente mais disponível que o adversário. Assim, os donos da casa deverão alinhar com Oblak no gol, Vrsaljko e Filipe Luis nas laterais, Godín e Hernández no centro da zaga, Gabi e Ñiguez no centro do terreno, Vitolo e Koke pelas alas e Diego Costa fazendo dupla atacante do Antoine Greizmann.

Para piorar a situação do Athletic que teve uma exigente e longínqua deslocação ao frio moscovita, Iker Muniain, Balenziaga (lesionados), Aduriz e Raul García (suspensos) estão fora de combate. A oito pontos de distância dos lugares de acesso às provas europeias, o time basco já não deverá ter uma palavra a dizer nessa briga, se concentrando essencialmente na Liga Europa, prova da qual foi finalista vencido há bem pouco tempo, defrontando precisamente o Atlético de Madrid na decisão.

Os bascos só perderam uma vez nos últimos 12 jogos que disputaram, mas também só venceram uma vez – frente ao Spartak – nos últimos seis. Não será fácil para o time bilbaíno abandonar o Wanda Metropolitano com algo de positivo.

Foto: AP