João Moreira     |       12 jan 2018

Mina chega com humildade ao Barcelona

Yerry Mina foi apresentado oficialmente como jogador do Barcelona nesta sexta-feira. O colombiano passou por exames médicos no período da manhã e depois concedeu a primeira entrevista como atleta do clube catalão. Logo em suas primeiras palavras já deu para notar que o defensor chega com os pés no chão à estrelada equipe blaugrana: “Espero aprender muito com Messi, Piqué, Umtiti e todos que estão aqui”. Mina também ressaltou estar realizando um sonho ao vestir a camisa do Barcelona.

O QUE ESPERAR?

O Barcelona acertou em cheio na contratação de Yerry Mina. Além de ser um defensor de ótimo nível, o colombiano tem apenas 23 anos e tem tudo para se valorizar ainda mais no time espanhol. O estilo de jogo de Mina deve encaixar muito bem na equipe de Ernesto Valverde, já que Mina é um zagueiro muito técnico, que gosta de jogar com a bola nos pés.

Mina deve receber aos poucos a chance de jogar no time titular, já que o Barça possui uma defesa muito bem consolidada com Piqué e Umtiti. O colombiano chega como uma peça que pode oferecer um rodízio à dupla de zaga sem que se perca a qualidade.

TRAJETÓRIA

Yerry Mina começou a carreira profissional aos 19 anos no Deportivo Pasto (COL). Em 2014 foi contratado pelo Santa Fe (COL). Na equipe de Bogotá, alternou partidas como titular e reserva na primeira temporada. Em 2015, assumiu de vez a titularidade e consagrou-se campeão da Copa Sul-Americana daquele ano. Em 2016, após um bom início na Copa Libertadores, o jogador chamou a atenção de Barcelona e Palmeiras. Como o clube espanhol não podia contar mais com jogadores extra-comunitários em seu elenco, o time brasileiro levou a melhor e fechou a revelação colombiana por R$ 12 milhões. No Palmeiras, Mina se destacou na campanha do título brasileiro (2016), quando atuou em 15 partidas e anotou 4 gols, caindo nas graças da exigente torcida palmeirense. Já em 2017, o jogador ficou dois meses afastado dos gramados por causa de uma lesão e acabou participando de apenas 34 jogos (5 gols).

Foto: globoesporte.com