Pedro Ferrari     |       04 fev 2018

Chelsea tenta se recuperar diante do Watford na Premier League

O Chelsea, time do técnico italiano Antonio Conte, foi atropelado em casa pelo Bournemouth na 25ª rodada do Campeonato Inglês. Agora, terá que buscar se recuperar na competição diante do Watford, nesta segunda-feira, às 18h, em Vicarage Road.

DONOS DA CASA VÃO DIFICULTAR

Após ter um bom início de temporada quando chegou a frequentar até mesmo a zona de classificação para a Liga dos Campeões da Europa, o Watford sofreu um choque de realidade. Com 27 pontos, sete vitórias, seis empates e 12 derrotas, o clube está na 11ª colocação e não vence há quatro partidas. A queda fez com que a diretoria demitisse o técnico português Marco Silva. Foi trocado pelo espanhol Javi Gracia, que comandou o time nas duas últimas partidas, fora de casa. Para sua estreia caseira, Gracia tem muitos problemas para conseguir definir o time. Oito atletas estão se recuperando de lesão, o goleiro brasileiro Gomes, os zagueiros Miguel Angel Brites Cabrera, Craig Cathcart, Younes Kaboul e Molla Wague, os meias Nathaniel Chalobah, Will Hughes e Kiko.

BLUES ESTÃO NA PIOR

Campeão inglês com o Chelsea na edição anterior, em nenhum momento o técnico Antonio Conte deixou de reclamar da falta de reforços para o clube nesta temporada. Talvez essa ausência de reforços possa explicar o vexame da derrota em pleno Stamford Bridge, 3 a 0 para o Borunemouth. Um dos poucos jogadores contratados e que deve fazer sua estreia nesta partida é Olivier Giroud, que estava no Arsenal. Ele deverá entrar no lugar de Morata, que segue com uma lesão nas costas. Com 50 pontos, os Blues estão na 4ª posição da Premier League, no limite da zona de classificação para a Liga dos Campeões da Europa. Três outros atletas também estão de molho e dificilmente devem entrar em campo. São eles: Andreas Christensen, David Luiz e o meia Willian.

PALPITE CERTEIRO

Apesar de todas as dificuldades apresentadas, o Chelsea é mais time que o Watford. Contando com a boa possível estreia de Giroud, o clube londrino deve vencer o mandante por dois ou mais gols de diferença e assim, espantar a má fase.

Foto: Getty Images