Choque-Rei entre Palmeiras e São Paulo agita o Allianz Parque

  Pedro Ferrari     |       07 mar 2018

O Palmeiras recebe nesta quinta-feira o São Paulo, no Allianz Parque. O confronto, válido pelo Campeonato Paulista, será o primeiro Choque-Rei do ano e pode ser cheio de definições. Por um lado, um Palmeiras, que não agrada a torcida, pode retomar ou não a confiança. Do outro, um Tricolor contestado, com Dorival Jr na berlinda.

VERDÃO QUER FAZER AS PAZES COM TORCIDA

Na Academia de Futebol, o técnico Roger Machado tem a equipe praticamente definida para o confronto. O Verdão quer recuperar a confiança e agradar a torcida depois do vexame contra o São Caetano. Para isso, o treinador separou a base que vem atuando em 2018: Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo, Lucas Lima, Bruno Henrique, Dudu e Borja. O meio-campista Tchê Tchê, que não enfrentou o Azulão, foi uma espécie de curinga, participando da equipe titular e reserva, e pode pintar na equipe. O goleirão Jailson, depois de cumprir suspensão no jogo passado, deve voltar ao time no lugar de Fernando Prass. Roger conta com os seguintes desfalques para a partida: Edu Dracena, Mayke, Jean, Deyverson e Diogo Barbosa.

TRICOLOR TENTA ALÍVIO PARA DORIVAL

O técnico Dorival Júnior pode fazer sua despedida do Tricolor caso perca para o Palmeiras, e por isso, já armou o time do São Paulo no treino no CT da Barra Funda e quer, à todo custo, evitar esse desfecho. Gripado, Éder Militão ficou no Reffis e não participou da atividade de posicionamento tático no campo, mas inicialmente não preocupa para o Choque-Rei. O comandante escalou a provável equipe titular para o clássico com o Palmeiras com nove atletas: Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Hudson, Petros, Marcos Guilherme, Cueva e Valdívia; Brenner. Jean será o goleiro. Dorival não terá Reinaldo, Jucilei e Sidão (lesionados). Recuperado de dores na região dorsal, Anderson Martins fez um trabalho separado do grupo. O Tricolor tentará quebrar um tabu na Arena do Palmeiras: em cinco jogos, são cinco derrotas na casa do rival.

PALPITE CERTEIRO

Clássico é clássico, e apesar da dificuldade de se apontar um favorito, o São Paulo nunca venceu o Palmeiras no Allianz. Com o futebol que vem demonstrando, não será dessa vez também.

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press