João Moreira     |       24 mar 2018

Peru surpreende a Croácia e vence com facilidade

Mesmo sem contar com seu principal jogador, Paolo Guerrero, suspenso por doping, o Peru se impôs sobre a Croácia no amistoso realizado nesta sexta-feira em Miami e venceu os europeus por 2 a 0. A vitória veio de forma expressiva e sem permitir reação ao rival, que observou a seleção peruana imprimir o ritmo que quis durante todo o encontro. Os peruanos chegaram a 11 jogos sem derrotas e voltaram a vencer um europeu depois de quase 19 anos.

PRIMEIRO TEMPO

Ricardo Gareca colocou em campo um Peru compactado e de muita agressividade na marcação da saída de bola. A intenção era sufocar os croatas desde o primeiro minuto de jogo. E foi o que se viu em Miami. Jogando com muita vontade e sem permitir que o meio-campo da Croácia, repleto de jogadores de boa qualidade técnica, conseguisse desenvolver a transição para o ataque, o Peru chegou ao primeiro gol antes dos primeiros 15 minutos de bola rolando. A vantagem foi aberta justamente num erro de saída de bola da zaga croata. Carrillo recuperou a bola e bateu forte para abrir o placar. A Croácia tentava responder por meio do jogo aéreo ou da bola parada, mas a ineficiência do ataque era evidente. Com a vantagem no placar, a seleção sul-americana controlou o placar até o intervalo.

SEGUNDO TEMPO

Mal começou o segundo tempo e o Peru já impôs o mesmo ritmo avassalador do início da primeira etapa. Logo aos 2 minutos, bola recuperada na defesa. Cueva recebeu no meio e deu um belo tapa na bola para encontrar a corrida de Farfán. O atacante bateu na saída do goleiro Subacic, que defendeu. No rebote, Flores empurrou pro gol vazio e fez 2 a 0. O ataque peruano, liderado por Cueva e Farfán, chegava com perigo à meta croata. Num chute venenoso de fora da área, Flores quase fez mais um. Mesmo contando com jogadores de classe mundial como Modric e Rakitic, a Croácia pouco incomodava a bem postada zaga peruana. As coisas pareciam que ficariam fáceis para os europeus reagirem na partida quando Yotún foi expulso aos 30 minutos após receber o segundo amarelo em uma confusão com Modric. Mas só pareceu. É verdade que no finzinho os croatas colocaram uma pressão e exigiram pelo menos duas boas defesas do goleiro Cáceda, mas nada que colocasse em xeque a vitória peruana.

IMPRESSÕES

Prestes a disputar uma Copa do Mundo após 36 anos ausente, o Peru mostrou hoje que pode fazer um papel digno na competição. Ainda sem contar com Paolo Guerrero, a seleção peruana tem em Cueva e Farfán seus principais articuladores ofensivos e responsáveis por dar a dinâmica de jogo ao time. A marcação se comportou muito bem diante de um adversário que possui jogadores modernos, técnicos e dinâmicos. Para muitos, o resultado pode ter sido uma surpresa. Mas o trabalho de Ricardo Careca no comando do Peru vem dando frutos.

FICHA TÉCNICA

Peru: Cáceda; Advíncula, Santamaría, Ramos (Miguel Araújo), Trauco; Yotún, Tapia (Peña), Carrillo (Aquino), Flores (Hurtado); Cueva (Benavente) y Farfán (Ruidíaz).

Croácia: Subacic; Vrsaljko, Vida, Corluka, Strinic; Brozovic, Rakitic, Modric, Perisic; Mandzukic, Kalinic.

Gols: Carrillo (PER - 11’ 1T) e Flores (PER - 2’ 2T)

Foto: elcomercio.pe