João Moreira     |       28 mai 2018

Sem Cristiano Ronaldo, Portugal tropeça na Tunísia

Portugal encarou a Tunísia nesta segunda-feira praticamente com o que tem de melhor para a estreia na Copa do Mundo, exceto por um “detalhe”: Cristiano Ronaldo. O melhor jogador do mundo ganhou um descanso após conquistar a Liga dos Campeões no último sábado e desfalcou a seleção portuguesa no primeiro teste de uma série de três antes do Mundial da Rússia. Mesmo sem contar com CR7, esperava-se uma vitória lusa, mas não foi isso o que aconteceu. Empate por 2 a 2. Os portugueses têm mais dos amistosos para tentarem se redimir: Bélgica (2/6) e Argélia (7/6). Portugal estreia na Copa no dia 15 contra a Espanha e depois tem Marrocos e Irã como rivais do grupo B.

O JOGO

Mesmo sem sua principal estrela, Portugal impôs um ritmo acelerado pra cima do adversário desde o começo da partida. Com a ausência de CR7, os holofotes foram para Ricardo Quaresma e André Silva, responsáveis por comandar o ataque lusitano. E foi a partir deles que Portugal fez a torcida delirar primeiro. Cruzamento de Quaresma e cabeçada do atacante do Milan pra fazer 1 a 0. De quebra, André Silva ainda fez história porque este foi o gol 1.000 da seleção portuguesa. Antes da descida pro vestiário, João Mário tratou de roubar a atenção com um golaço em chute da entrada da área após o rebote do escanteio. A vantagem fez com que os portugueses relaxassem e quem aproveitou foi Badri, que descontou para os africanos aos 37 minutos. No segundo tempo, Portugal voltou ainda mais sufocante e criou inúmeras chances. Mas quando se imaginava que o terceiro gol sairia, foi o de empate que aconteceu. Cruzamento pra área e Ben Youssef se infiltrou entre os zagueiros para desviar pro gol. 2 a 2. Apesar dos lampejos de boa atuação, faltou regularidade à seleção. Além disso, o empate deixou um gosto amargo depois da vantagem de 2 gols de diferença. O alento é que com a volta de Cristiano Ronaldo tudo deve melhorar.

ESTATÍSTICAS

Posse de Bola - (POR) 57% / 43% (TUN)
Chutes a gol - (POR) 10 / 4 (TUN)
Chutes no gol - (POR) 3 / 1 (TUN)
Escanteios - (POR) 4 / 3 (TUN)
Impedimentos - (POR) 2 / 1 (TUN)
Faltas - (POR) 8 / 13 (TUN)

ESCALAÇÕES

Portugal: Anthony Lopes; Ricardo Pereira (Cédric Soares), Rúben Dias, Pepe (José Fonte) e Raphael Guerreiro (Mário Rui); William Carvalho, Adrien Silva (Manuel Fernandes), João Mário (João Moutinho) e Bernardo Silva (Gonçalo Guedes); Ricardo Quaresma e André Silva.
Técnico: Fernando Santos

Tunísia: Mouez Hassen; Hamdi Nagguez, Yohan Benalouane, Yassine Meriah e Oussama Haddadi (Maâloul); Ellyes Skhiri, Ferjani Sassi e Saif-Eddine Khaoui (Ben Youssef); Anice Badri (Akaichi), Naim Sliti (Srarfi) e Saber Khalifa (Chalali).
Técnico: Nabil Maâloul

Gols: POR - André Silva (21’ 1T) e João Mário (33’ 1T) / TUN - Badri (38’ 1T) e Ben Youssef (23’ 2T)

Foto: Twitter/@selecaoportugal