João Moreira     |       04 jun 2018

Adversário do Brasil na estreia, Suíça empata com a Espanha

Jogo com cara de festa: estádio cheio, clima agradável, torcida de bem com a equipe e probabilidade grande da Espanha vencer a Suíça. Só que no fim das contas, o último item foi o único que não ocorreu. Apesar de ter saído na frente, a seleção espanhola permitiu o empate suíço e não conseguiu mais mudar o resultado da partida. Agora, os espanhóis fazem mais um amisto de preparação contra a Turquia no dia 9, já em solo russo. A estreia da Fúria no Mundial será no dia 15 contra Portugal e, posteriormente, mais dois confrontos no grupo B diante de Irã (20) e Marrocos (25). Já a Suíça, rival do Brasil na estreia da Copa dia 17, faz também mais um teste antes do Mundial contra o Japão na próxima sexta-feira.

O JOGO

Como é de praxe, a Espanha puxou para si o protagonismo da partida e controlou as ações do jogo no primeiro tempo. Valorizando a posse de bola e com muitas trocas de passes, a Fúria praticamente não deixou o adversário atuar, restando à Suíça apenas o papel de observar e se defender. As chances de abrir o placar foram surgindo naturalmente. Diego Costa ajeitou de cabeça para David Silva, que quase marcou o primeiro. Na sequência foi a vez do meia caprichar na assistência para o lateral Odriozola. Silva cruzou e o jogador da Real Sociedad pegou de primeira pra fazer um golaço. Com a vantagem no placar, a Espanha imprimiu ainda mais o seu estilo de controle da bola. O mágico Iniesta quase conseguiu aumentar a vantagem duas vezes, mas parou no goleiro Sommer. Para não dizer que os suíços não incomodaram, Dzemaili tentou de voleio igualar a partida, mas mandou por cima do gol espanhol. No segundo tempo, Lopetegui fez diversas substituições na equipe e isso atrapalhou um pouco a dinâmica da Espanha. Prova disso é que a superioridade no duelo logo deu lugar ao equilíbrio das forças. A Suíça aproveitou e conseguiu chegar ao empate com Ricardo Rodríguez, que aproveitou o rebote do De Gea em chute de Lichtsteiner e empurrou pra rede. Com a igualdade no marcador, os donos da casa voltaram a tentar se impor na partida, mas o bom sistema defensivo suíço não permitiu que os espanhóis tivessem facilidade no objetivo. No fim das contas, empate frustrante pra Fúria e um 1 a 1 interessante para a Suíça, que mostra que não oferecerá moleza para o Brasil na estreia da Copa.

ESTATÍSTICAS

Posse de Bola - (ESP) 65% / 35% (SUI)
Chutes a gol - (ESP) 18 / 5 (SUI)
Chutes no gol - (ESP) 5 / 2 (SUI)
Escanteios - (ESP) 7 / 1 (SUI)
Impedimentos - (ESP) 3 / 3 (SUI)
Faltas - (ESP) 13 / 11 (SUI)

ESCALAÇÕES

Espanha: De Gea; Odriozola (Nacho), Piqué, Azpilicueta, Jordi Alba (Nacho Monreal); Iniesta (Saúl), Thiago Alcântara, Koke; David Silva (Asensio), Iago Aspas (Lucas Vázquez) e Diego Costa (Rodrigo)
Técnico: Julen Lopetegui

Suíça: Sommer; Lichsteiner, Schar (Djourou), Akanji, Rodríguez (Moubandje); Behrami (Gelson Fernandes), Zakaria, Zuber, Dzemaili (Embolo), Shaqiri; Seferovic (Drmic).
Técnico: Vladimir Petkovic

Gols: ESP - Odriozola (28’ 1T) / SUI - Rodríguez (16’ 2T)

Foto: Twitter/@SeFutbol