João Moreira     |       05 abr 2018

Boca Jrs. não empolga, mas vence antes de encarar o Palmeiras

O Boca Juniors esteve longe de empolgar a torcida, mas cumpriu o papel esperado ao vencer o Junior Barranquilla, nesta quarta-feira, na Bombonera. A torcida, como sempre, compareceu em peso. As arquibancadas estavam lotadas. A necessidade da vitória era evidente, ainda mais depois da vitória palmeirense sobre o Alianza Lima, que fez o time brasileiro disparar no grupo.

PRIMEIRO TEMPO

O Boca tomou a iniciativa da partida. Foi para o ataque, mas sentia falta do principal jogador. Sem Carlitos Tevez, machucado, os xeneizes pecavam nas finalizações. Pérez, aos 7 minutos, teve a primeira chance, mas bateu pra fora do gol do experiente Viera. O lance acordou os visitantes. Sim, foi o Junior Barranquilla que assustou pela primeira vez. De fora da área, Hernández soltou a bomba e Rossi teve trabalho para fazer uma defesaça.

Aos 27 minutos, o Boca respondeu. E com estilo! Pavón recebeu pela esquerda, deixou o marcador na saudade e bateu no cantinho do goleiro Viera. Um golaço para fazer explodir a Bombonera! 1 a 0 Boca Juniors.

A vantagem animou os donos da casa, que passaram a pressionar o rival colombiano. Como na bomba de Pérez que passou a direita do goleiro.

Mas chance de ouro mesmo teve Ábila, que recebeu dentro da área, girou e bateu cruzado para mais um milagre de Viera.

SEGUNDO TEMPO

A volta do intervalo não trouxe muita energia para a segunda etapa. Os primeiros 10-15 minutos não ofereceram muito entretenimento por parte dos dois times. O Boca jogava com o resultado na mão à espera de uma chance fatal para matar o jogo. Ela veio aos 20 minutos da segunda etapa, quando Ábila caiu na área e o juiz marcou pênalti. Era pra o ex-cruzeirense matar o jogo, mas o atacante isolou na hora da cobrança.

A partir daí o jogo caiu em rendimento. Eram poucas chances dos donos da casa e pouca criatividade. E contra um time colombiano que abusava dos contra-ataques a situação poderia se tornar perigosa. E quase, no finalzinho, aos 42 minutos, veio a conta. Jonatan Álvez aproveitou cruzamento e apareceu para testar de cabeça. Rossi salvou o Boca e espantou anticlímax na casa xeneize!

Fim de jogo! Boca 1x0 Junior Barranquilla. Uma vitória suada. O Boca Juniors ainda não empolgou nesta Libertadores, mas chegou à vice-liderança, com quatro pontos.

Na próxima rodada, tem um duelo cheio de rivalidade e que pode decretar se a vida do time argentino será tranquilo ou perigoso na competição. Simplesmente o Palmeiras, líder do grupo 8 com seis pontos, no Allianz Parque. Alguém dúvida que o jogo será quente?!?!

Foto: Twitter/Conmebol