João Moreira     |       19 mar 2018

Centurión se envolve em confusão na Argentina

O atacante Ricky Centurión foi mais uma vez assunto do noticiário argentino. E não foi por causa da excelente atuação na goleada do Racing sobre o Patronato pelo campeonato argentino. Mas sim por causa de mais confusão envolvendo o nome do jogador.

O ex-jogador do São Paulo teve o carro apreendido pela polícia de Lanús, município da grande Buenos Aires, após passar por dois sinais vermelhos em uma zona escolar e ter se recusado a fazer teste de bafômetro quando foi parado pelo comando policial.

Segundo as autoridades, Centurión colocou em risco a vida de crianças, já que não respeitou os sinais de trânsito às 8 da manhã quando crianças se dirigiam à escola no local em que o jogador passava. Além disso, policiais que inspecionaram o carro do atacante do Racing constataram um forte odor de álcool no veículo. Testemunhas que estavam no local confirmaram que o jogador teve uma atitude bastante ofensiva e desrespeitosa com as autoridades. Apesar das infrações, o jogador de 25 anos não foi detido e, logo em seguida, foi liberado pelas autoridades.

TENTATIVA DE SUBORNO

Um dos policiais responsáveis pela abordagem ao Centurión filmou todo o procedimento e trato com o atleta. Na filmagem é possível ouvir o jogador oferecendo suborno ao comandante para se livrar da situação. Segue o diálogo:

Centurión - Por que eu? Por que eu passei dois faróis vermelhos?

Policial - Por causa da escola. Tem alguma urgência médica ou ia à sua casa?

Centurión - Por que médica se não estou doente? Tá se fazendo de engraçadinho? Sou melhor que você e se faz o piadista comigo. Estava indo pra minha casa e não tenho nenhuma urgência médica. Você pergunta a qualquer um se tem alguma urgência médica? Troca tiros com eles? Então não me pergunte se tenho que escapar. É o que você está me sugerindo.

Policial - Não, você está equivocado. O que você precisava falar comigo?

Centurión - Se podemos arrumar isso. Posso cobrir seu mês inteiro.

Policial - Não, não há acordo.

O secretário municipal de segurança de Lanús, Diego Kravetz, declarou que irá analisar a tentativa de suborno e que caso seja procedente, a procuradoria oferecerá denúncia contra Centurión.

HISTÓRICO DE CONFUSÕES

Tão famoso como o bom futebol de Centurión é a aptidão do jogador para criar confusões e polêmicas. Só no ano passado, quando defendeu o Boca Juniors, o atacante se envolveu numa briga com torcedores numa balada em Lanús; provocou um acidente de trânsito também na região de Lanús e fugiu do local; foi acusado pela ex-noiva de agressão física e ameaça de morte.

Foto: ole.com.ar