João Moreira     |       18 jan 2018

Jogadores do Boca sao acusados de abuso sexual e agressao

Os colombianos Edwin Cardona e Wilmar Barrios estão sendo acusados de terem agredido e abusado sexualmente de duas mulheres no último fim de semana em Puerto Madero, região turística de Buenos Aires. Os dois atletas foram retirados da concentração da equipe argentina na noite de ontem e agora estão treinando separados do elenco.

As duas mulheres afirmam terem sofrido agressões físicas, abuso sexual, ameaças e privação de liberdade na madrugada do último domingo (14) quando estavam no apartamento de Barrios. Segundo uma delas, um dos acusados até sacou uma faca para intimidá-las.

Para complicar a situação dos colombianos, nas últimas horas foi divulgado um áudio, que já foi apresentado como prova, em que um dos envolvidos na história oferece dinheiro para as duas mulheres a fim de colocar um ponto final no caso.

FUTURO DOS JOGADORES

A diretoria do Boca tem dado suporte aos jogadores envolvidos e diz estar esperando que o caso se solucione. Porém, o fato dos três atletas envolvidos no caso já estarem treinando separados do restante do elenco já é uma forma de punição. Além disso, já está definido que Cardona, Barrios e Fabbra não vão ser relacionado para o clássico contra o River Plate no próximo sábado. A direção xeneize não descarta a rescisão do contrato dos dois acusados (Cardona e Barrios) em caso de condenação.

Foto: todonoticias.com.ar