João Moreira     |       18 abr 2018

Millonarios goleia e assume ponta do grupo do Corinthians

A noite no estádio El Campín tinha contornos emocionantes antes mesmo da bola rolar. O jogo significava o retorno do técnico argentino Miguel Ángel Russo ao estádio, já que o mesmo não comandava a equipe da beira do gramado há meses, por causa do tratamento de um câncer. Além disso, a vitória faria o Millonarios se colocar de vez na briga com Corinthians e Independiente por uma vaga na próxima fase. O Deportivo Lara, que surpreendeu o Independiente e que conseguiu neutralizar o Corinthians por 45 minutos em Itaquera, tinha a chance de incomodar mais um adversário na chave e seguir sonhando com uma utópica classificação.

PRIMEIRO TEMPO

A volta de Miguel Ángel Russo ao banco de reservas parece ter feito o instável Millonarios ganhar confiança e valentia dentro de campo. A equipe colombiana logo se jogou pra cima do rival venezuelano a fim de liquidar logo a partida. Não demorou para a defesa do Deportivo Lara acusar os primeiros golpes e ser envolvida pelo ataque azul.

Logo aos 19 minutos, Palácios cruzou da direita, Ayron Del Valle se antecipou à zaga e chutou mascado na saída do goleiro. A bola caprichosamente foi entrando devagarzinho e atravessou totalmente a linha do gol. 1 a 0. Ali começava a noite inspiradíssima do camisa 7.

10 minutos depois o futuro goleador da noite quase aumentou a vantagem, mas a trave impediu o colombiano. O azar nesta jogada foi transformado em sorte logo em seguida.

O zagueirão Matías De Los Santos deu um chutão lá da defesa e pegou a zaga venezuelana saindo. Ayron Del Valle foi mais esperto e deu um belo tapa por cobertura na saída do goleiro Salazar. 2 a 0. Com a vantagem construída e a vitória encaminhada, os donos da casa cozinharam o jogo até o apito do entretiempo.

SEGUNDO TEMPO

O Millonarios voltou pra segunda etapa satisfeito com o placar, o que provocou a ofensividade do Deportivo Lara. A equipe venezuelana chegava por meio da bola parada, mas não conseguia superar o ótimo goleiro Fariñez.

O período dorminhoco dos colombianos foi interrompido graças a um chutaço do Quiñones que tocou no travessão antes de quicar dentro do gol do time venezuelano. 3 a 0 e vitória selada, já que o rival não impunha resistência ao ataque dos Millos.

Abusando da posse de bola, o time local esbanjava troca de passes e cadência em campo, coisa típica dos times colombianos. O controle da partida fez com que os comandados de Russo atacassem diante da necessidade. E foi assim que saiu o quarto gol. Escanteio para o Deportivo Lara e a zaga colombiana afasta de cabeça. Ayron Del Valle puxa o contra-ataque e serve o Juan Camilo Salazar. O jovem teve a chance de fazer o gol frente a frente com o goleiro, mas resolveu retribuir o presente para consagrar a noite do artilheiro. Del Valle bateu pro gol vazio, marcou o terceiro dele na noite e fechou a goleada. 4 a 0.

IMPRESSÕES

Ao contrário do que vinha apresentando ao longo do ano, na noite desta terça-feira o Millonarios fez uma partida bastante coesa e inspirada diante do Deportivo Lara. A atuação serviu para mostrar que a equipe está na briga por uma das vagas do grupo e também para recuperar a confiança de alguns jogadores que vinham sendo contestados, como o meia Quiñones e o próprio goleador da noite, Ayron Del Valle, que vinha atuando fora de posição.

O Deportivo Lara não conseguiu repetir a mesma solidez defensiva que apresentou diante de Independiente e Corinthians. A equipe ficou muito abaixo do que poderia produzir, o que já não é muito. O grupo está embolado e, em caso de empate entre argentinos e brasileiros nesta quarta, tudo pode acontecer.

Foto: Twitter/Conmebol