João Moreira     |       24 fev 2018

Nacional é campeão da Libertadores Sub-20 e São Paulo termina em 4º

O Nacional (URU) conquistou a Copa Libertadores Sub-20 ao vencer o Independiente Del Valle (EQU) por 2 a 1 na tarde deste sábado. A equipe uruguaia abriu o placar da final disputada no estádio Centenário aos 44 minutos do primeiro tempo com o atacante Brian Ocampo. O empate equatoriano veio um minuto depois em cobrança de pênalti. Yeison Guerrero foi que decretou a igualdade no placar. Na segunda etapa, logo no comecinho, Ocampo fez boa jogada e Johao Chávez marcou contra o próprio gol. 2 a 1 Bolso e título garantido ao Nacional. A campanha do Tricolor uruguaio teve 4 vitórias, 1 empate, 18 gols marcados e apenas 1 sofrido. Primeiro titulo de uma equipe uruguaia na competição.

SÃO PAULO PERDE A DISPUTA DO 3º LUGAR

Depois de ser eliminado pelo Nacional na semifinal, o São Paulo voltou a ser derrotado por uma equipe uruguaia na competição. O River Plate bateu o Tricolor nos pênaltis por 5 a 4 depois de ter empatado por 1 a 1 no tempo normal. O time do Morumbi começou melhor a partida, mas foram os uruguaios que abriram o placar aos 20 minutos de jogo. Cristian Martin recebeu livre na área e tocou na saída do goleiro Júnior para fazer 1 a 0. Com a desvantagem, os comandados de André Jardine partiram para o ataque, mas foram pouco efetivos nas finalizações. No segundo tempo, partida de um time só. São Paulo atacando e o River se defendendo. A insistência da equipe brasileira demorou, mas foi recompensada. Aos 44 minutos, lançamento pra área, a bola passou por todo mundo e encontrou a cabeça do zagueiro Walce no segundo pau para deixar tudo igual. Com a igualdade, a decisão foi para a disputa por pênaltis. Na última cobrança são-paulina, Pedro Oliveira chutou para a defesa do goleiro Lucas Solari e deixou o caminho aberto para os uruguaios conquistarem o terceiro lugar. Campeão da Libertadores Sub-20 em 2016, o São Paulo terminou a edição de 2018 com 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas. Foram 13 gols marcados e 6 gols sofridos.

Foto: Conmebol.com