João Moreira     |       05 jun 2018

Brasileiros conhecem os rivais na Sul-Americana

Assim como a Copa Libertadores, a Copa Sul-Americana também teve a definição dos cruzamentos na fase final da competição. O torneio está na fase de 16 avos de final e tem seis brasileiros brigando pelo título da competição. Vale lembrar que o campeão da Copa Sul-Americana tem vaga assegurada na fase de grupos da Libertadores do ano que vem, direito a disputar a Copa Suruga contra o campeão japonês e também o coloca na decisão da Recopa contra o campeão da Libertadores. Os confrontos definidos são esses:

1. General Díaz (PAR) x Millonarios (COL)
2. Nacional (PAR) x BOTAFOGO
3. Sol de América (PAR) x Nacional (URU)
4. SÃO PAULO x Colón (ARG)
5. Boston River (URU) x Banfield (ARG)
6. FLUMINENSE x Defensor (URU)
7. ATLÉTICO-PR x Peñarol (URU)
8. Dep. Cali (COL) x Bolivar (BOL)
9. LDU (EQU) x VASCO
10. Caracas (VEN) x Sport Huancayo (PER)
11. Cuenca (EQU) x Jorge Wilstermann (BOL)
12. Defensa y Justicia (ARG) x El Nacional (EQU)
13. Lanús (ARG) x Junior Barranquilla (COL)
14. San Lorenzo (ARG) x Temuco (CHI)
15. BAHIA x Cerro (URU)
16. Rampla Jrs. (URU) x Santa Fe (COL)

NACIONAL (PAR) X BOTAFOGO

O Botafogo irá decidir em casa o confronto contra o vice-campeão da Libertadores de 2014. O rival paraguaio, que ocupa a terceira posição no campeonato nacional, classificou-se na fase anterior na base do sofrimento. Depois de empatar por 0 a 0 na capital paraguaia e também na Venezuela, eliminou o Mineros de Guayana por 4 a 3. Já o alvinegro passou com facilidade pelo Audax Italiano (CHI) com uma vitória por 2 a 1 fora de casa e um empate no Rio.

Favorito: Botafogo

SÃO PAULO X COLÓN (ARG)

O São Paulo terá mais um argentino pela frente na Copa Sul-Americana. Depois de eliminar o Rosario Central com um empate sem gols na Argentina e uma vitória magra no Morumbi, o Tricolor pega um rival sem tradição internacional. O Colón, que terminou na 11ª posição no campeonato nacional, conseguiu avançar de fase com duas vitórias sobre o Zamora (VEN).

Favorito: São Paulo

FLUMINENSE X DEFENSOR (URU)

O Tricolor carioca tem pela frente o Defensor, que disputa a Sul-Americana após ter ficado em 3º lugar no grupo 1 da Libertadores, que teve Grêmio e Cerro Porteño como classificados. O time uruguaio venceu uma partida, empatou outra e perdeu quatro jogos na Libertadores. Já o Flu chegou até aqui após eliminar o Real Potosí em um duelo dramático. Após vencer por 3 a 0 no Rio, o Fluminense sofreu demais nos mais de 4 mil metros de altitude da cidade boliviana, mas conseguiu segurar a derrota por 2 a 0 que lhe garantiu a classificação.

Favorito: Fluminense

ATLÉTICO-PR X PEÑAROL (URU)

O Furacão encara uma das camisas mais respeitadas do continente. Apesar de não viver um bom momento, o time uruguaio pode complicar a vida dos brasileiros. O carbonero caiu para a Sul-Americana após ficar em terceiro no grupo 3, que teve Libertad e Atlético Tucumán como classificados. Os uruguaios conquistaram três vitórias e perderam três vezes também. O Atlético conseguiu a classificação após vencer o Newell’s Old Boys por 3 a 0 em Curitiba e perder por 2 a 1 em Rosario.

Favorito: nenhum

LDU (EQU) X VASCO

Parada dura para o Vasco. Líder do campeonato equatoriano, situada na altitude de Quito e com histórico de título na competição, a LDU é o adversário mais difícil entre todos que caíram para os brasileiros. A Liga chegou até aqui após eliminar o Guabirá, da Bolívia, graças ao gol qualificado. Venceu por 2 a 1 no Equador e perdeu por 3 a 2 na Bolívia. Já o Vasco disputa seu primeiro jogo na Sul-Americana porque estava no grupo 5 da Libertadores e viu Cruzeiro e Racing conquistarem as duas vagas do grupo. O cruzmaltino teve uma campanha de uma vitória, dois empates e três derrotas na Liberta.

Favorito: LDU

BAHIA X CERRO (URU)

O Bahia teve sorteado o adversário mais fraco entre os rivais brasileiros. Sem expressão internacional, o Cerro sonha em surpreender uma equipe de maior porte após eliminar o modesto Sport Rosario (PER) com um empate em 0 a 0 fora de casa e uma vitória tranquila por 2 a 0 no Uruguai. O Tricolor de Aço deve encontrar facilidade parecida com a qual se deparou na fase anterior quando eliminou o Blooming (BOL) com uma derrota por 1 a 0 fora de casa e uma goleada por 4 a 0 em Salvador.

Favorito: Bahia

Foto: Twitter/@CONMEBOL