Favoritos ao ATP de Auckland 2018
  Renato Bernardes     |       08 jan 2018

Favoritos ao ATP de Auckland 2018

Terminou neste fim de semana, para as mulheres, o torneio de Auckland e agora quem entra em quadra são os homens. Se entre as meninas não tivemos grandes surpresas na decisão, na chave masculina o páreo promete ser dos mais acirrados. É a última escala antes do primeiro Grand Slam do ano, o Aberto da Austrália. O atual campeão, o americano Jack Sock, está com a presença garantida nesta edição e é apenas um entre 4 favoritos que aparecem logo de início. Vamos conhecer o ponto a favor e o negativo para cada um conquistar esse troféu, mas antes é hora de saber um pouco mais sobre o único representante brasileiro nesta torneio, Rogério Dutra Silva.

Rogerinho correndo por fora, mas com chave complicada

A tabela não ajudou nem um pouco o brasileiro. De cara tem a promessa do tênis, o canadense, nascido em Israel, Denis Shapovalov, de apenas 18 anos. Com título de Wimbledon ainda como juvenil, muito se espera dessa jóia do circuito mundial que em seu segundo ano como profissional já terminou a temporada no Top 50. Ano passado aconteceu o único confronto entre os dois, no Masters 1000 do Canadá, com vitória de Shapovalov por 2 sets a 1. E para fechar, quem sair desse confronto enfrenta ninguém mais, ninguém menos que Juan Martin del Potro. Ou seja, não está fácil para ninguém.

Alto nível: 3 favoritos e 5 candidatos ao título

Jack Sock vai lutar para defender seus pontos no ranking da  ATP logo no início da temporada. O atual campeão é sem dúvidas o favorito número não só por isso, mas também pelo ano de 2017 que o credenciou como 8o do mundo, o melhor americano no período.

Seu compatriota, Sam Querrey é quem vem logo atrás na disputa pelo título de Auckland. Assim como Sock, Querrey viveu um grande ano passado, destaque para a campanha em Wimbledon, onde foi semifinalista. Ambos podem se enfrentar mais a frente, caso avancem às semifinais, e nesta altura seria uma disputa difícil de arriscar qualquer palpite.

Mas Querrey tem uma pedreira no caminho, já que o espanhol Roberto Bautista Agut está na mesma chave e é nosso terceiro favorito ao título. Nas últimas temporadas ele vem tendo uma franca ascensão e já aparece na posição de número 20 do ranking da ATP. O jogo rápido e de muita intensidade pode ser a chave para faturar seu primeiro torneio em 2018.

Fechando nossa lista, como disse pouco antes, dois nomes não aparecem como favoritos, mas não podem ser descartados da briga pelo título: David Ferrer e Juan Martin del Potro, dois gigantes, vencedores de Grand Slam, mas que não estão nem pertos de suas melhores condições físicas. O início de temporada pode pesar e por isso esses dois monstros do tênis saem um degrau atrás dos grandes favoritos.

Para se dar bem

Se tivesse que escolher um nome com certeza esse seria o de Jack Sock. Atual campeão e em grande fase no circuito. Aos 25 anos, 2018 tem tudo para ser o melhor ano da carreira do americano. Como ele já entra na 2ª rodada, aproveite para dar seu palpite. A bola de segurança é a vitória de Shapovalov sobre Rogério Dutra Silva, mas se quiser arriscar e palpitar no brasileiro, minha torcida você já terá.

Foto: SkySports