Renato Bernardes     |       07 fev 2018

Roger Federer perto de bater novos recordes

Roger Federer está muito perto de voltar ao topo do ranking mundial após 5 anos. Com o título do Australian Open no mês passado, Federer está a apenas 155 pontos de Rafael Nadal e essa distância pode ser pulverizada já a partir da semana que vem. Seria um feito histórico e vamos levantar a chance disso acontecer. Mais uma série de recordes quebrados por uma lenda que não sabe o significado da palavra “limite”. Hora de saber quais são essas marcas e a possibilidade de vermos Roger Federer de volta ao topo do tênis.

FEDERER ACEITOU O CONVITE

Principalmente por estar de olho nessa volta ao posto de número 1 do ranking da ATP, Roger Federer aceitou o wild card e vai disputar o ATP de Rotterdam, na Holanda. Com Rafael Nadal voltando ao circuito apenas em Acapulco, um título na Holanda pode devolver o primeiro lugar ao suíço. Vale lembrar que Federer já conquistou este torneio em 2005 e 2012.

RECORDES A SEREM QUEBRADOS

Caso retome a primeira posição, Roger Federer vai derrubar a marca de Andre Agassi, até então o atleta mais velho a assumir a liderança do ranking com 33 anos. Federer tem atualmente 36 anos. A primeira vez que o suíço liderou a lista foi há 14 anos atrás, quando apareceu na ponta no dia 2 de fevereiro de 2004. De lá em diante foi o primeiro do mundo por 302 semanas, recorde absoluto na história do tênis.

ELE PODE SER CAMPEÃO EM ROTTERDAM?

Claro que pode! Roger Federer é a maior lenda do esporte e tem absolutamente tudo para voltar ao topo do ranking. O palpite é certo e claro, vai fundo no título de Federer no ATP de Rotterdam que começa na semana que vem. Se qualidade não falta, imagina motivação para quebrar mais recordes?

Foto: Tennis World USA