Renato Bernardes     |       10 jan 2018

J. M. del Potro voando no ATP de Auckland, Khachanov tem chance?

A menos de uma semana do início do Aberto da Austrália, o ATP de Auckland chega em sua fase de quartas de final. Algumas surpresas pelo caminho, como a eliminação do gigante americano John Isner para o sul-coreano Chung Hyeon. No mesmo lado da chave Juan Martin del Potro mostrou sua força e bateu a jovem promessa Denis Shapovalov, dois sets a zero. O adversário agora é o russo Karen Khachanov e sobre esse confronto que vamos falar daqui para frente. Anote aí.

Khachanov tem seu primeiro grande desafio no torneio

Vamos dizer que a tabela até agora não foi tão dolorida para o russo, a estreia foi contra o japonês Yuichi Sugita, número 41 do mundo. O jogo não foi dos mais simples, vitória por dois sets a um. Já na segunda rodada o adversário foi o experiente, porém instável Pablo Cueva. O uruguaio nunca foi conhecido por ter um jogo muito agressivo e a irregularidade sempre foi uma marca em sua carreira, apesar de já ter chegado ao top 20 do ranking da ATP. Agora é a hora do grande desafio, Juan Martin del Potro acabou com qualquer dúvida sobre sua condição física e atropelou Denis Shapovalov por dois sets a zero. Difícil enxergar uma vitória para o Khachanov

Juan Martin del Potro é franco favorito

Favoritismo por todos os lados. Enquanto del Potro é o número 12 do ranking, Khachanov é apenas o 48. O argentino entrou já na segunda fase, ou seja, tem uma partida a menos e isso conta bastante no início de temporada, sem falar que precisou de apenas uma hora para bater seu último adversário. Acrescente a isso toda uma história com título de US Open, top 5 do ranking e muita superação. Juan Martin del Potro vai crescer e um troféu em Auckland pode servir de motivação extra para a disputa do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada do tênis.

Quem leva essa?

Como já adiantei, vai ser difícil ver essa vitória escapando das mãos de Juan Martin del Potro. E para deixar ainda mais claro, pode acreditar com tranquilidade em uma vitória por dois sets a zero para o argentino.

Foto: atpworldtour.com