Renato Bernardes     |       24 jan 2018

Federer que abra os olhos contra a zebra da temporada

Todo início de Grand Slam sempre começa com quatro nomes entre os principais favoritos: Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray. Nesta edição do Aberto da Austrália, Murray não disputou por lesão e Nadal sentiu e foi eliminado por Cilic, mas a grande surpresa foi a queda de Djokovic para o jovem coreano Chung Hyeon. E agora o último remanescente do quarteto do favoritismo encara esse garoto com sede de história. Será que Chung Hyeon é páreo para a lenda do tênis mundial Roger Federer?

CHUNG ENFILEIROU ADVERSÁRIOS ATÉ AQUI

A estreia foi com Mischa Zverev, o alemão desistiu no meio da partida. Já na etapa seguinte veio Daniil Medvedev, campeão do ATP de Auckland há duas semanas. Vitória tranquila por três sets a zero. Bom, ali já parecia que o garoto de 21 anos, número 58 do mundo, já tinha causado todo barulho que poderia causar. Contra Alexander Zverev, cabeça de chave número 4, o coreano era dado como presa fácil. Mas depois de uma batalha de 5 sets Chung Hyeon venceu e avançou no Aberto da Austrália. Será que agora sim havia acabado a trajetória dele? Não, mais uma vez o coreano calou o mundo bateu ninguém menos que Novak Djokovic por três sets a zero, uma aula de tênis. O momento era tão incrível que nas quartas de final, contra Tennys Sandgren, Chung Hyeon já era considerado favorito e venceu novamente por tranquilos três sets a zero. Agora a parada é mais complicada, ninguém menos que Roger Federer.

A LENDA SE ENCAMINHA PARA O 20° GRAND SLAM

O título de Roger Federer aumentaria ainda mais sua galeria de troféus e ampliaria o recorde de canecos de Grand Slam. Atualmente com 19 conquistas, o suíço não perdeu a qualidade de seu tênis com a idade e a cada ano parece estar mais em forma. Até agora não perdeu um set sequer nesta edição do Aberto da Austrália. 15 anos mais velho que seu adversário, a experiência de Federer tem tudo para falar mais alto.

QUEM LEVA ESSA?

Chung Hyeon já foi dado como eliminado contra Zverev e Djokovic, colocá-lo nesta posição mais uma vez pode ser um erro. Apesar disso, nada parece mudar o cenário com Roger Federer na grande decisão do Aberto da Austrália. Por isso o palpite fica mesmo com vitória por 3 sets a 0 de Federer em Melbourne.

Foto: The Indian Express